Quer pagar quanto?

21 de agosto de 2017

Alckmin e Dória querem fazer a queima de estoque do patrimônio público e colocam São Paulo em liquidação.

Por Alencar Santana Braga

Será que quem lê os jornais consegue entender a pressa do “Prefake” e do Governador “Santo” em venderem pra iniciativa privada tudo que conseguirem do patrimônio público?

Dória mal assumiu a Prefeitura e fica andando pelo mundo feito um mascate, oferecendo São Paulo pra quem quiser comprar: cemitérios, parques, praças, terrenos, publicidade, bilhete único, terminais de ônibus, prédios, autódromo, centro de eventos, serviços e qualquer outra coisa que for rentável pra quem quiser comprar. O mesmo faz o Alckmin: está vendendo rodovias, linhas de metrô quase prontas, a companhia de eletricidade, a Sabesp e, agora, os terminais de integração entre ônibus e metrô nas linhas Verde e Vermelha.

Passam o dia todo falando por aí que tudo está estragado, velho, sucateado e, por isso, é preciso vender, mesmo barato, pra iniciativa privada para conseguirem dinheiro e investirem em outras áreas, mas há tempos o PSDB vende o patrimônio e os serviços continuam ruins, as escolas caindo aos pedaços, as obras paradas e o remédio faltando.

Alckmin e Dória fazem a queima de estoque do patrimônio público e colocam São Paulo em liquidação, mas não conseguem explicar o que vão fazer com todo esse dinheiro e nem o porquê desse desespero de tentar fazer caixa às vésperas das eleições presidenciais. Será que eles querem ser candidatos?

* Alencar Santana Braga é Deputado Estadual e Líder do PT na Alesp. 

Relacionados

Os comentários estão desativados.