https://www.alencarbraga13.com.br/site/wp-content/uploads/2015/11/destaque-escolas-2-1024x378.png

Justiça define: não haverá reintegração de posse de escolas ocupadas em SP

Desembargadores do Tribunal de Justiça de São Paulo (TJ-SP) determinaram, na manhã de hoje (23), que serão mantidas todas as ocupações de por alunos, pais e professores em protesto contra a reorganização do ensino imposta pelo governo de Geraldo Alckmin (PSDB), que prevê o fechamento de pelo menos 93 escolas. Pela decisão, nenhuma ordem de reintegração de posse será concedida na capital paulista. Os desembargadores indicaram razões pautadas no Estatuto da Criança e do Adolescente (ECA) para definir seus votos.

Os estudantes presentes ao TJ-SP festejaram a decisão, prometem continuar e ampliar a mobilização e esperam agora que o governo Alckmin abra diálogo com a comunidade escolar sobre a reorganização.

Ainda hoje, às 18h, na sede da Upes na capital paulista (rua Vergueiro, 2.485, Vila Mariana), uma assembleia definirá os rumos do movimento dos secundaristas do estado.

Os desembargadores ainda propuseram uma nova audiência de conciliação para a tarde de hoje, mas os estudantes, juntamente com a Defensoria Pública, solicitaram um prazo maior para se organizarem e foram atendidos.

Endereço

Câmara dos Deputados
Gabinete 239
Fone: (61) 3215-5239

Escritório
Avenida Esperança, 720 – Vila Progresso
Guarulhos/SP
Telefones: (11) 2408-1274 | (11) 2408-5875

faça parte do nosso mandato

Receba nossos informativos por email e whatsApp