Por: Agência PT, em 19 de janeiro de 2016 às 11:29:04

O governo federal abriu, na manhã desta terça-feira (19), as inscrições para a primeira etapa do Programa Universidades para Todos (Prouni) de 2016. Os candidatos interessados em concorrer a uma bolsa no ensino superior privado deverão efetuar a inscrição pela internet até as 23h59 de sexta-feira (22).

A primeira edição do Prouni neste ano oferecerá 203.602 bolsas para 30.931 cursos. Poderão efetuar a inscrição os candidatos que participaram do Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) de 2015 e que tenham obtido nota média de, no mínimo, 450 pontos. Além disso, o estudante não pode ter zerado na redação e nem ter diploma no ensino superior.

Para se candidatar a uma bolsa, o candidato deverá informar o número de inscrição e senha utilizados no Enem e também o número do CPF. A inscrição poderá ser feita em até duas opções de curso e instituição. Enquanto o período de inscrições estiver aberto, o estudante poderá alterar as opções, sendo que a última confirmada será a considerada válida.

História – Lançado pelo ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva, em 2004, o Prouni beneficiou 1,4 milhão de estudantes na última década. O programa de acesso ao ensino superior oferece bolsas de estudo integrais e parciais para cursos de graduação e formação específica em instituições privadas.

O benefício é oferecido pelas faculdades e universidades em troca de incentivos fiscais. Estimativas divulgadas pelo Ministério da Educação em 2015 apontavam que 40% dos estudantes de universidades particulares são beneficiários do Prouni e/ou Fundo de Financiamento Estudantil (Fies).

Têm direito ao benefício estudantes do ensino médio da rede pública ou da rede particular, desde que também tenham estudado com bolsas. Para concorrer a uma bolsa integral, o candidato precisa renda familiar por pessoa de até um salário mínimo e meio. Para bolsas parciais, a renda familiar por pessoa deve ser de até três salários mínimos.

A quantidade de bolsas ofertadas pelo Prouni cresce a cada ano. Em 2005, foram 112,2 mil vagas. O número subiu para 247,2, em 2010 e passou para 306,7 mil, em 2014. Em 2015, foram oferecidas 213.113 vagas.

Da Redação da Agência PT de Notícias